Sistema desatualizado – Aplicações Microsoft legadas e seus perigos – Geneses IT

Fale Conosco Agora

(11) 2136-7800

Sistema Desatualizado - Aplicações Microsoft legadas e seus perigos

Como um ambiente com sistemas e aplicações Microsoft desatualizados pode ser gravemente prejudicado

microsoft-fim-suporte-atualização

Entre 2019 e 2020 entramos na área do “fim do suporte Microsoft”. Ao menos de algumas (se não da maioria) das soluções mais importantes da fabricante: 

O sistema operacional para desktops Windows 7 foi o SO mais usado em todo o mundo por vários anos consecutivos, tendo sido desbancado somente pelo seu irmão mais novo – o Windows 10. Seu irmão de categoria, dedicado à datacenters – o Windows Server 2008 – também é SO imprescindível em servidores do mundo inteiro, há anos. Se já não bastasse a – praticamente – descontinuidade de dois sistemas operacionais importantíssimos , um dos melhores e mais completos bancos de dados do mundo – o SQL Server 2008 – também passou a não receber mais atualizações de segurança. 

Mais precisamente, o suporte de segurança de cada uma dessas soluções foi encerrado nas seguintes datas: 

  • WINDOWS 7 – Fim do suporte em 14 de Janeiro de 2020; 
  • WINDOWS SERVER 2008 & 2008 R2 – Fim do suporte em 14 de Janeiro de 2020; 
  • SQL SERVER 2008 & 2008 R2 – Fim do suporte em 9 de julho de 2019.

Ou seja, três aspectos essenciais de um ambiente estão em jogo para quem ainda possui essas versões: colaboração, datacenter e banco de dados. A nossa preocupação aumenta ao nos atentarmos para esses fatores, uma vez que não estamos falando de soluções secundárias, mas sim primordiais para nossas empresas. 

Malwares e Ransomwares – Brecha na Cibersegurança

O problema principal da falta das atualizações de suporte de segurança é, consequentemente, a falta de segurança no ambiente. Estas atualizações têm como intuito concertar possíveis brechas encontradas na aplicação frente às novas ameaças cibernéticas identificadas. 

Uma obstrução no sistema operacional Windows 7, por exemplo, pode disponibilizar acesso indevido ao malware por meio do usuário final de determinada(s) máquina(s). No download de arquivos, softwares e até mesmo através de funcionalidades legadas, uma ciberameaça pode gerar danos gravíssimos por conta de uma falha na proteção do sistema operacional.  

As boas práticas no sistema operacional legado não são suficientes, uma vez que os códigos-fontes do Windows 7 já não serão atualizados e configurados com base nas recentes ciberameaças identificadas por especialistas Microsoft. O vírus pode adentrar no sistema sorrateiramente, gerando danos que, ao serem constatados tardiamente, incorreram em prejuízos de tempo (no destravamento do sistema, desbloqueamento e disponibilização de arquivos, bem como na recuperação de dados). Tudo isso sem contar no possível prejuízo financeiro. 

Segurança incompleta, ciberataque na certa!

A gravidade do problema é intensificada quando nos voltamos para o Windows Server 2008 & 2008 R2. Ainda que agora não exista o fator “usuário final” atrelado diretamente ao problema, os agravantes ainda são ampliados, uma vez que o SO é responsável pela base estrutural do ambiente. Em um caso assim, a falta de segurança pode gerar queda não somente em aplicações, mas em servidores inteiros, paralisando operações complexas e indispensáveis para o funcionamento de toda a empresa. 

Nem mesmo máquinas virtuais podem ser asseguradas quando se trata de um sistema legado. A replicação de VMs, neste caso, se torna um tanto vulnerável, uma vez que a camada de proteção (caso exista de fato) ainda permanece sobre um sistema operacional legado, faltando a devida compatibilidade de segurança entre nós que gera a proteção necessária de ponta-a-ponta. 

E os dados, “cadê”?

Os dados estão em alta – são queridos por todos, desde o Gerente de Marketing buscando estratégias “data driven” até o CIO que sistematiza programaticamente tudo em um Banco de Dados parrudo, em uma interface abrangente e unificada. 

Dados são cada vez mais valiosos, e toda empresa depende deles – quase que não há sinônimo, dependemos mesmo! Então como resguardá-los devidamente? Bom, a primeira certeza que você deve ter é que, se seu Banco de Dados estiver desatualizado, não se surpreenda se alguns (ou vários deles) sumirem, tornarem-se inacessíveis ou até mesmo corrompidos. Além disso, a falta de novas ferramentas no legado SQL Server 2008 resulta em baixo desempenho e inovação, os quais são alguns dos responsáveis pela redução de custo em seu ambiente.  Veja a progressão de inserções de ferramentas na solução ao longo dos anos:

sql-server-versões
Fonte: Microsoft

Segurança, Desempenho e Redução de Custos reativos é sinônimo de problema

Investir tardiamente geralmente é resultado de “cobrança, correria e problema”, problema dos grandes. O atual momento, devido o Coronavírus, torna qualquer investimento mais difícil, se já não bastasse a atual economia que ainda estava em reajuste – no início dele. 

No entanto, esperar que algo grave aconteça em seu ambiente para então investir em conformidade é o mesmo que fomentar um investimento muito mais posteriormente, ou seja, prejuízo. E pior, em momento de crise, frustração e em um cenário caótico. Afinal, qualquer uma dessas três soluções – Windows 7, Windows Server 2008 & 2008 R2 e SQl Server 2008 & 2008 R2 – implica em questões importantíssimas para qualquer ambiente. 

Não espere por isso. Entre em contato com nossos especialistas hoje mesmo e saiba o que fazer para atualizar essas soluções em seu ambiente, assegurando seu ambiente contra ransomwares, malwares, e consequentemente, altos gastos. 

GENESES IT

Insira seus dados e em breve entraremos em contato com você. 

Email: contato.geneses@geneses.com.br

Tel: 11 2136 7800

Endereço

Edifício Helbor Offices Barão de Teffé – Rua Barão de Teffé, 160, sala 141 Parque do Colégio, Jundiaí – SP – CEP 13208-760

Newsletter

Receba notícias, promoções e informações sobre a Gêneses, fabricantes e produtos através da nossa newsletter.

Cadastre-se

Siga-nos

  • (11) 2136-7800
  • contato@geneses.com.br

Gêneses IT Consulting © Copyright 2020 – Todos os direitos reservados.